03/08/2016

resenha A Colina Escarlate

  e arquivado em    


Bem-vindo à Colina Escarlate.
Edith Cushing, uma jovem da era vitoriana, alimenta o sonho de escrever um livro. Ainda que, segundo ela mesma, seja uma misantropa irritadiça, não é diferente das jovens de sua época. Porém, há algo tenebroso em seu passado. Aos 10 anos, Edith sofreu dois grandes traumas: o falecimento de sua mãe e, três semanas depois, o encontro com um fantasma — a Sr. Cushing, sua própria mãe. Ainda hoje Edith se lembra daquela noite: o tique-taque do relógio, o ranger das tábuas do assoalho, o farfalhar do robe de seda com o qual a mãe fora enterrada, o estalido dos ossos sob a pele que já definhava, a mão decomposta em seu ombro... e um recado enigmático.
Sem medir esforços para realizar seu sonho, ela acaba conhecendo Sir Thomas Sharpe, um homem misterioso, dono de terras na Inglaterra e de uma mente criativa como a dela. Isso logo desperta o interesse da jovem, que busca mais informações sobre ele e sobre Allerdale Hall, a propriedade ancestral da família Sharpe. No entanto, o que Edith não encontra em suas pesquisas são os segredos terríveis guardados pelo nobre inglês, que irão assombrá-la para sempre. 
• O livro é uma adaptação do roteiro do filme A Colina Escarlate, dirigido por Guillermo del Toro e estrelado por Mia Wasikowska, Jessica Chastain e Tom Hiddleston

resenha
Eu ameiiii o livro!!! e li ,antes de de ver o filme,muito bom!!!
suspense e mistério do inicio ao fim,daqueles livros que você não consegue largar até a última página.
Logo em seguida vi o filme e achei muito bommm!!
vale a pena ,ler e assistir o longa.




Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

Um comentário

  1. Olá Day,
    Eu não li o livro, apenas assisti o filme.
    O final foi bem surpreendente pra mim..Imaginei várias coisas menos aquilo rsrs
    Mas com certeza o livro deve ser muito melhor, sempre é né?

    Beijos
    Fran
    Achei e Rabisquei

    ResponderExcluir



PRA CIMA!